Arquivo da categoria: Atitude

A culpa não é só do governo, também é nossa

Inúmeras empresários tem reclamado da crise brasileira, alegando que a economia não ajuda, que os impostos são altos, que os políticos são corruptos, que a educação brasileira é um fracasso, que a infraestrutura do país não colabora etc. A lista de reclamações é infinita.

Continuar lendo A culpa não é só do governo, também é nossa

Anúncios

A vida é muito curta para morar no Rio de Janeiro 

Eu era a paulista mais carioca que meus amigos conheciam. Tinha a tal alma, roupas coloridas, conta na barraca do Leandro, no Posto 12, mesa cativa no Jobi, chamava os garçons pelo nome, tomava cerveja na calçada, banho de mar à noite no verão. Estava com uma mala sempre pronta, e a poltrona 8F no avião religiosamente reservada para ver lá de cima a cidade chegando.

Texto publicado na folha por Mariliz Pereira Jorge, 1º de julho de 2016

A vida é muito curta para não morar no Rio, diziam. Eu ria, mas voltava feliz para o meu caos organizado em São Paulo, às segundas pela manhã. Até que uma proposta de trabalho me trouxe de mala e mudança. Depois do primeiro mês, a lua de mel com a cidade acabou e eu me perguntava: como as pessoas moram aqui?

Continuar lendo A vida é muito curta para morar no Rio de Janeiro 

Por que se preocupar antes com a experiência dos funcionários?

 

Nos processos de atendimento, cujo objetivo é, no mínimo, satisfazer as expectativas do cliente, um grande responsável por esse resultado é o funcionário. No entanto, muitos projetos de design são concebidos “centrados no apenas usuário” ou no cliente. É comum ver projetos que desconsideraram totalmente as opiniões e interesses das pessoas que realizam os atendimentos.

Continuar lendo Por que se preocupar antes com a experiência dos funcionários?

Casar é bem mais complexo do que você imagina

Muitos sonham com um casamento. Perfeito, de preferência. Ou quase perfeito.

Antigamente as pessoas viviam menos anos. A expectativa de vida era de 45 anos. Sim é isso mesmo que você leu. 45 anos! Com isso, não tinha sentido em se casar com 30 ou 40 anos. As mulheres tinham filhos cedo, levando em conta que também não havia métodos contraceptivos eficientes e disponíveis como temos hoje.

O tempo passou, a expectativa de vida aumentou e hoje é possível que uma mulher alcance os 90 anos ou mais. Ter filhos não é mais a prioridade. Com isso, a idade para o casamento também foi adiada e muitas mulheres entendem que é possível ter uma vida plena sem criar filhos, focando no trabalho ou outro tipo de realização.

No entanto, o aumento da expectativa de vida e outras possibilidades de carreira não são a única razão para que as pessoas se casem mais tarde.

Está cada dia mais difícil achar uma cara metade aceitável. Digo aceitável pois se a pessoa não for exigente, pode se envolver com a primeira que aparecer, pagando o preço, obviamente.

E o que é um parceiro “aceitável”?

Continuar lendo Casar é bem mais complexo do que você imagina

Perfeccionismo: o inimigo que mora dentro de você.

Aí está você. Preparando-se para ser o melhor naquilo que você faz. Um ótimo designer. Um excelente ilustrador. Um escritor incrível. Um médico que nunca erra. Você imagina que deve entrar no jogo apenas quando estiver pronto. Só tem um problema: isso nunca vai acontecer.

Continuar lendo Perfeccionismo: o inimigo que mora dentro de você.