Por que meu cliente quer pagar pouco?

Vi um debate sobre quanto cobrar do cliente para fazer posts pro Instagram: R$ 300 ou R$ 1200? Alguns designers discutiam entre si no Facebook sobre qual deveria ser o valor justo a ser cobrado.

Após refletir um pouco sobre o tema, eu sugiro que o debate não deva ser sobre quanto cobrar, mas sim como devo oferecer valor para meu cliente.

Como o cliente percebe meu valor?

A percepção de valor é determinada pela seguinte fórmula:

VALOR = BENEFÍCIO / CUSTO

O valor é portanto diretamente proporcional ao benefício (quanto mais benefício tenho, mais valor percebo) e inversamente proporcional ao custo (quanto mais eu pago, menos valor eu percebo).

Continuar lendo “Por que meu cliente quer pagar pouco?”

Anúncios

A vida é muito curta para morar no Rio de Janeiro 

Eu era a paulista mais carioca que meus amigos conheciam. Tinha a tal alma, roupas coloridas, conta na barraca do Leandro, no Posto 12, mesa cativa no Jobi, chamava os garçons pelo nome, tomava cerveja na calçada, banho de mar à noite no verão. Estava com uma mala sempre pronta, e a poltrona 8F no avião religiosamente reservada para ver lá de cima a cidade chegando.

Texto publicado na folha por Mariliz Pereira Jorge, 1º de julho de 2016

A vida é muito curta para não morar no Rio, diziam. Eu ria, mas voltava feliz para o meu caos organizado em São Paulo, às segundas pela manhã. Até que uma proposta de trabalho me trouxe de mala e mudança. Depois do primeiro mês, a lua de mel com a cidade acabou e eu me perguntava: como as pessoas moram aqui?

Continuar lendo “A vida é muito curta para morar no Rio de Janeiro “

Perfeccionismo: o inimigo que mora dentro de você.

Aí está você. Preparando-se para ser o melhor naquilo que você faz. Um ótimo designer. Um excelente ilustrador. Um escritor incrível. Um médico que nunca erra. Você imagina que deve entrar no jogo apenas quando estiver pronto. Só tem um problema: isso nunca vai acontecer.

Continuar lendo “Perfeccionismo: o inimigo que mora dentro de você.”