Arquivo da tag: estratégia

Que problemas o Design Thinking resolve?

Há muitos tipos de organização, e cada uma vê benefícios diferentes no design thinking. A reação depende da forma como a organização encara as pesquisas para conhecer seus clientes, suas necessidades e desejos.

Podemos agrupar essas organizações em quatro perfis:

  1. PERFIL “BLACK EYED PEAS” – Não usam pesquisas para conhecer seus stakeholders (clientes, usuários, funcionários, etc). Acham que não precisam de pesquisa para apoiar sua tomada de decisão. Pesquisa significa jogar dinheiro fora. Usam o feeling (“I gotta feeling”) para adivinhar o que seus clientes (stakeholders) precisam.
  2. PERFIL “ME SINTO SÓ” – Já usaram pesquisas, mas não usam mais. Acham importante ouvir as pessoas, conhecer suas dificuldades e necessidades, mas as pesquisas que fizeram não as ajudou a tomar decisões confiáveis. Ao entregar os dados, muitos institutos de pesquisa se limitam a entregar um relatório cheio de informações desconexas e o cliente simplesmente não sabe o que fazer com aquilo.
  3. PERFIL “OVERDOSE” – Ainda usam pesquisa mas estão insatisfeitas. Estão usando pesquisa no momento, mas estão achando que é desperdício de tempo e dinheiro. Os dados obtidos podem até ser válidos, mas assim como a empresa do tipo 2, essa também se sente sobrecarregada de informação com a qual não sabe lidar.
  4. PERFIL “POLLYANA” – Usam pesquisas atualmente e estão contentes com o resultado. Neste caso a pesquisa é algo essencial para poder decidir com segurança. Essa empresa saber analisar os dados, retirar os insights necessários e usá-los como ponto de partida para saber que caminhos deve escolher.

Continuar lendo Que problemas o Design Thinking resolve?

Conheça 10 enganos que alguns designers cometem em projetos de inovação

Hoje vemos muitas organizações se interessando pela abordagem que os designers usam para descobrir e oferecer valor aos seus clientes, pois diferentemente das abordagens tradicionais, no design arrisca-se mais, exploram-se melhor as emoções e geram-se ideias originais. Isso faz com que as empresas se destaquem dos concorrentes, fortalecendo suas marcas e melhorando seus resultados financeiros. No entanto, nem tudo são flores nesse processo, conforme explico a seguir.

Continuar lendo Conheça 10 enganos que alguns designers cometem em projetos de inovação

A razão principal pela qual projetos falham

Imagine a seguinte cena: você gastou 1 mês inteiro só planejando como iriam executar seu projeto. Pensou em quais seriam as fases, as durações das tarefas, a melhor pessoa para realizá-las. Também montou aquele cronograma lindo, que mandou imprimir em tamanho grande, num papel firme, para colar na parede, à vista de todos. Enviou um e-mail para todos os participantes, descrevendo o que iria ser feito, com todos os detalhes. Fez uma reunião apresentando o projeto para toda a equipe do seu cliente. Apertou a mão do seu contratante, olhou no fundo dos olhos dele e disse: “Esse projeto irá fazer toda a diferença”. Mas, seis meses depois, parece que tudo estava como antes, ou seja, o projeto foi um fracasso.

Continuar lendo A razão principal pela qual projetos falham

Aprenda como você pode descobrir o real problema do seu cliente

Seu cliente pede ajuda para resolver um problema. Você faz o seu melhor trabalho, passa dias e noites preparando uma solução que você considera perfeita. Mas o resultado final é decepcionante e você se pergunta: onde foi que eu errei?

Continuar lendo Aprenda como você pode descobrir o real problema do seu cliente

Como saber qual problema deve ser resolvido primeiro?

A situação é bem comum: você é chamado para ajudar a resolver um problema. No entanto não existe apenas um a ser resolvido. Você tem dezenas deles e isso lhe deixa confuso, sem saber por onde começar. Apresento aqui uma ferramenta que irá ajudá-lo a decidir isso.


Continuar lendo Como saber qual problema deve ser resolvido primeiro?