Arquivo da tag: pesquisa

Que problemas o Design Thinking resolve?

Há muitos tipos de organização, e cada uma vê benefícios diferentes no design thinking. A reação depende da forma como a organização encara as pesquisas para conhecer seus clientes, suas necessidades e desejos.

Podemos agrupar essas organizações em quatro perfis:

  1. PERFIL “BLACK EYED PEAS” – Não usam pesquisas para conhecer seus stakeholders (clientes, usuários, funcionários, etc). Acham que não precisam de pesquisa para apoiar sua tomada de decisão. Pesquisa significa jogar dinheiro fora. Usam o feeling (“I gotta feeling”) para adivinhar o que seus clientes (stakeholders) precisam.
  2. PERFIL “ME SINTO SÓ” – Já usaram pesquisas, mas não usam mais. Acham importante ouvir as pessoas, conhecer suas dificuldades e necessidades, mas as pesquisas que fizeram não as ajudou a tomar decisões confiáveis. Ao entregar os dados, muitos institutos de pesquisa se limitam a entregar um relatório cheio de informações desconexas e o cliente simplesmente não sabe o que fazer com aquilo.
  3. PERFIL “OVERDOSE” – Ainda usam pesquisa mas estão insatisfeitas. Estão usando pesquisa no momento, mas estão achando que é desperdício de tempo e dinheiro. Os dados obtidos podem até ser válidos, mas assim como a empresa do tipo 2, essa também se sente sobrecarregada de informação com a qual não sabe lidar.
  4. PERFIL “POLLYANA” – Usam pesquisas atualmente e estão contentes com o resultado. Neste caso a pesquisa é algo essencial para poder decidir com segurança. Essa empresa saber analisar os dados, retirar os insights necessários e usá-los como ponto de partida para saber que caminhos deve escolher.

Continuar lendo Que problemas o Design Thinking resolve?

Conheça 10 enganos que alguns designers cometem em projetos de inovação

Hoje vemos muitas organizações se interessando pela abordagem que os designers usam para descobrir e oferecer valor aos seus clientes, pois diferentemente das abordagens tradicionais, no design arrisca-se mais, exploram-se melhor as emoções e geram-se ideias originais. Isso faz com que as empresas se destaquem dos concorrentes, fortalecendo suas marcas e melhorando seus resultados financeiros. No entanto, nem tudo são flores nesse processo, conforme explico a seguir.

Continuar lendo Conheça 10 enganos que alguns designers cometem em projetos de inovação

As 5 armadilhas mais comuns em pesquisas de design

Quando fazemos pesquisa é preciso tomar cuidado com as chamadas de armadilhas de dados. São 5 as principais: Falso Positivo, Falso Negativo, Ponto Máximo, Máximo Esgotado e Dados Errados.


Continuar lendo As 5 armadilhas mais comuns em pesquisas de design

Triangulação: obtenha dados mais relevantes da sua pesquisa

Você acredita no valor da pesquisa, como forma de fundamentar suas decisões? Ótimo. Mas quantas pesquisas você costuma utilizar? Elas são suficientes? Se você se interessou pelo assunto, continue lendo.


Continuar lendo Triangulação: obtenha dados mais relevantes da sua pesquisa